sábado, 8 de dezembro de 2007

O Náutico na Série A 2007 (parte 1)

Aos internautas que acompanharam os balanços de Santa Cruz e Sport, estaremos agora apresentando os números do Náutico, completando o grupo de times pernambucanos presentes nas Séries A e B (ainda apresentaremos dados das equipes na Série C, de forma mais resumida). Dentro da mesma metodologia adotada para os clubes anteriores, estaremos desenvolvendo esser trabalho em 3 partes, ou seja: Parte 1 - Renda e Público Parte 2 - Campanha e estatísticas do time Parte 3 - Estatísticas de jogadores e técnicos.
O Público...
Como de costume, vale a ressalva que houve erro da CBF na contagem do público, devido ao programa Todos com a Nota (TCN), onde deixou de ser computado parte do que de fato foi vendido ao Governo, além de possíveis equívocos de digitação na entidade (O Blog dos Números reavaliou cada borderô e não há dúvidas sobre o valor informado nesse trabalho): O Náutico teve uma cota de 4.000 ingressos do TCN, vendidos ao Governo Estadual por R$ 9,00, cada bilhete. Diferente do Sport, a promoção esteve presente nos 19 jogos em que o Timbu atuou nos aflitos.. Sendo assim, durante o Brasileirão, foram vendidos 76.000 ingressos do TCN. Com os devidos ajustes, o público total registrado pelo Náutico no Brasileirão foi de 258.788 (no site da CBF constam apenas 245.331), com uma média de 13.620 por jogo. Um dos destaques é a presença de sócios na compostição em cada partida. Prova disso, dar-se no total desse tipo de ingresso, que apresentou 96.877, com participação de 37,43% do público total. Em 16 dos 19 jogos, foi a parcela predominante dos expectadores registrados. Em seguida aparece o TCN, com os 76.000 ingressos, como já mencionado; Correspondeu a 29,37% do total Foram vendidos ainda 40.495 ingressos de arquibancada, 15.069 de estudantes e 11.002 de crianças. O público não-pagante, composto de autoridades, imprensa e demais profissionais que atuaram nas partidas, apresentou 19.345 presentes. Representou 7,48% d total. O público pagante, somando sócios, arquibancada, estudantes e crianças foi de 163.443, o que correspondeu a 63,16% do total. O maior público regsitrado foi na partida diante do Cortinhians, com 19.890 ingressos contabilizados, sendo 14.890 pagantes. Esse jogo também registrou o maior número de ingressos de sócios vendidos (ou registrados), com 6.867. Os ingressos de criança, atingiram 1.000 vendas em 3 partidas: São Paulo, América e Flamengo. O maior público não-pagante foi registrado no jogo entre Náutico x Sport, com 1.810.
A renda...
O Náutico arrecandou nas bilheterias R$ 3.048.585,00 nos 19 jogos disputados nos Aflitos, tendo as seguitnes participações: 1. Sócios R$ 1.091.864,00 (35,82%) 2. Arquibancada R$ 976.965,00 (32,05%) 3. TCN R$ 684.000,00 (22,44%) 4. Estudantes R$ 169.562,00 (5,56%) 5. Crianças R$ 126.194,00 (4,14%) Vale ressaltar que a receita gerada pelos sócios é deduzida da mensalidade paga pelo mesmo, uma vez que não ocorre novo desembolson nas partidas, salvo no caso de dependentes. Nos borderôs, o Náutico não deixa claro qual parcela das receitas são oriundas diretamente do cálculo do sócio ou dependente.

Um comentário:

Gabriela disse...

ficou muito bom!
parabéns!