domingo, 8 de junho de 2008

Série A: Sport vence mais uma vez o Palmeiras

Jogar contra o Palmeiras virou motivo de festa para a torcida rubro-negra, afinal, nos últimos 5 confrontos das equipes entre 2007 e 2008, foram 4 vitórias e apenas 1 empate. Dessa vez, a vitória foi por 2x0. A equipe de Luxembrugo certamente vai encontrar dificuldades para explicar mais uma derrota diante dos Pernambucanos em tão pouco tempo e agora diante de um time repleto de jogadores do banco, mas o Blog dos Números faz sua parte e traz os números da partida para facilitar um pouco o repertório de desculpas do grande treinador. NÚMEROS DO JOGO Mesmo com maior posse de bola do que o Leão (54,29% x 45,71%), o Palmeiras não conseguiu produzir um bom ritmo de jogo diante das dificuldades impostas pelo sistema defensivo do time pernambucano, tanto que os palmeirenses passaram mais tempo administrando o jogo no sistema defensivo (25,63%) do que no ataque (24,91%), além da habitual concentração no meio de campo (49,46%). Como decorrência, o Palmeiras também produziu bem menos passes que o habitual (apenas 267), mesmo mantendo a alta qualidade na distribuição (90,26%). A equipe alviverde ainda produziu 47 lançamentos, sendo eficiente em 17 deles (36,17%) e nenhuma de suas 5 finalizações chegou com perigo ao gol (resultado da sólida estrutura defensiva da equipe da casa). O Sport manteve predomínio de suas ações no ataque (30,30%), em relação a sua defesa (26,32%), produzindo 286 passes e tendo acertividade de 85,66% nesse critério. Lançou 48 vezes, conseguindo êxito em 27 situações (56,25%). A equipe rubro-negra finalizou 24 vezes, foi efetiva em 7 e deixou a bola na rede 2 vezes. O municiamento de cruzamentos também foi favorável ao Sport, mas com menor eficiência que os paulistas. Em 22 cruzamentos, 5 deram certo para os pernambucanos, mesma quantidade obtida em 16 tentativas do adversário. Soberania pernambucana também nos desarmes, com 33 para o Sport (30 eficientes) contra 24 do Palmeiras (18 eficientes). Para o Palmeiras, acabou sobrando o número de chutões (39x 25), numa partida em que o visitante perdeu a posse de bola por 51 vezes, contra apenas 26 do Leão. NÚMEROS INDIVIDUAIS Individualmente, tivemos vários destaques na equipe do Sport, sobre pelo menos 8 aspectos. Luciano Henrique foi quem mais finalizou (7 vezes) seguido de Diogo (5). Luciano também foi destaque no número de dribles, com 5. A concentração de passes ficou por conta de Diogo (44) e Fábio Gomes (41). Nos lançamentos, César Lucena foi quem mais municiou o Leão (8) e Diogo foi o responsável pela maior quantidade de cruzamentos (8 no total) Nos desarmes, destaque para César e Fábio Gomes (5 para cada), enquanto que Igor foi o campeão das rebatidas, com 8. O jogador mais caçado do Leão foi Diogo (6 faltas recebidas), enquanto Fábio Gomes (9) e Bia (7) foram os atletas que mais cometeram cargas faltosas, contendo as investidas adversárias. Obs: Informações cedidas com exclusividade pelo Footstats para o Blog dos Números

2 comentários:

tfsales disse...

Escanteios: 4 x 0, pro Sport???
Então não vi o mesmo jogo que vc. O sport teve uns 8 e o Palmeiras que, até os 39 do segundo tempo não tinha tido um sequer, teve 3 esquinados seguidos...

Abs,
tfsales

Blog dos Números disse...

Caro Internauta,

As informações são repassadas através do parceiro Footstats, responsável pelo levantamento estatísitco do Blog dos Números.

Iremos levar sua informação para avaliação para que seja ratificado ou retificada, caso seja identificado o erro.

Atenciosamente,

Adethson Leite